Lade Inhalt...

Futurismo: um movimento moderno

von Master Fabiane Rodrigues Fernandes (Autor) Gabriel Henrique Cruz Bonfim (Autor) José Carlos Plácido da Silva (Autor) Luis Carlos Paschoarelli (Autor)

Wissenschaftlicher Aufsatz 2012 5 Seiten

Design (Industrie, Grafik, Mode)

Leseprobe

1. Introdução

As vanguardas europeias que segundo Helena (1993) anunciam a criação de uma nova arte, marchando na frente, trouxeram grandes inovações com o expressionismo, dadaísmo, cubismo, surrealismo e o futurismo, sendo este último objeto deste estudo.

O futurismo foi um movimento artístico e literário de artistas jovens e intelectuais que adotaram a ideologia dinâmica com principal tema de seus trabalhos e foi oficialmente iniciado em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do "Manifesto Futurista" pelo poeta italiano Filippo Tommaso Marinetti, no jornal francês Le Figaro.

Nesse manifesto, Marinetti exalta o movimento agressivo, a velocidade, a violência, a coragem, a audácia, a rebelião e a luta. Glorificava a guerra, considerando-a como "única higiene do mundo". O poeta também afirma que nenhuma obra que não tenha caráter agressivo pode ser considerada uma obra prima. Além disso, havia um grande apelo para destruição de museus, bibliotecas e academias, buscando combater o moralismo, o feminismo e todo tipo de mesquinhez. Marinetti utiliza-se da ética do Romantismo para atacar os valores românticos (NASH, 1976).

Marinetti descreve alguns princípios da literatura futurista: destruição da sintaxe, o emprego do verbo infinitivo, a abolição do adjetivo, do advérbio, da pontuação e do “eu” na literatura, a valorização do “duplo” do substantivo, das analogias, da “desordem” (BRASIL&CAMPOS, 2010).

Num dos trechos do manifesto, Marinetti escreve: “Nós afirmamos que a magnificência do mundo enriqueceu-se de uma beleza nova: a beleza da velocidade. Um automóvel de corrida com seu cofre enfeitado com tubos grossos, semelhantes a serpentes de hálito explosivo... um automóvel rugidor, que parece correr sobre a metralha, é mais bonito que a Vitória de Samotrácia” (BERNARDINI, 1980, p. 34).

Apesar da grande desvalorização da tradição e do moralismo, havia uma valorização do desenvolvimento industrial e tecnológico. O futurismo teve a propaganda como principal forma de comunicação que influenciou o design tipográfico, rompendo com as regras tradicionais e empregando o uso frequente de onomatopeias. Para passar a ideia de movimento e dinamismo, via-se nas pinturas o uso de cores vivas e contrastantes, imagens sobrepostas e deformações, para registrar a velocidade dos objetos em movimento no espaço (figuras 01, 02).

illustration not visible in this excerpt

Figura 01 – Pintura futurista.

Fonte:Portal São Franscisco

Details

Seiten
5
Jahr
2012
Dateigröße
1.1 MB
Sprache
Portugiesisch
Katalognummer
v215531
Note
Schlagworte
art design futurism history

Autoren

Teilen

Zurück

Titel: Futurismo: um movimento moderno